Plantio e Cultivo


O plantio de manjericão geralmente pode ser feito através de sementes ou até mesmo por estaquia de galhos.

 

Conforme estudo realizado pela EMBRAPA, em 2011, cada espécie apresenta suas particularidades relacionadas ao plantio e cultivo.

 

Com base no estudo citado acima, para falar sobre as etapas de plantio e cultivação, a equipe do MANJERICÃO decidiu ater-se ao tipo da planta mais conhecido como “manjericão comum”, uma vez que como o próprio nome já diz, a mesma é uma das espécies mais comuns no Brasil.

 

A propagação do manjericão comum pode se dar tanto através de semeadura, como de estaquia de galhos. Para o caso da utilização de sementes, as mesmas podem ser plantadas inicialmente em sementeiras ou vasos, bem como diretamente no solo onde ficará de forma permanente. Porém, cabe salientar que na primeira situação as mudas só poderão ser transplantadas para outro local após apresentarem no mínimo três folhas.

 

Já para a propagação por estaquia, deve-se cortar um ramo oriundo de uma planta adulta e saudável, removendo-se as folhas de forma que permaneçam apenas as mais próximas da extremidade (conforme pode ser visto na FOTO 1). O ideal é que este ramo tenha em torno de 15cm de comprimento. Deve-se mergulhar o galho em um copo ou recipiente similar com água e um pouco de terra adubada. É necessário preencher com água sempre que o limite estiver abaixo do iniciado. Em torno de duas a três semanas o galho estará em volto de raízes (conforme pode ser visto na FOTO 2) que permitirão o plantio em solo definitivo.

 

Em ambos os casos, o cultivo do manjericão, mais especificamente o tipo comum, apresenta melhores resultados em áreas cobertas pelo sol e que possua solo úmido. Em períodos que apresentem maior índice de calor e temperaturas acima de 22º, sua rega deve ocorrer diariamente. Já nas estações mais amenas, as plantas poderão ser molhadas em dias intercalados.

 

A colheita desta planta poderá ser realizada em torno de 60 à 90 dias após a semeadura ou quando alcançarem altura aproximada de 40cm. Os caules não precisam ser removidos, uma vez que os cortes favorecem uma nova brotação.

 

FOTO 1: Muda de Manjericão por Estaquia – Preparação do galho

Muda de Manjericão por Estaquia - Processo

FOTO 2: Muda de Manjericão por Estaquia – Processo

Obs.: As fotos ilustradas acima foram registradas pela equipe do MANJERICÃO durante o processo de propagação de nova muda de manjericão por estaquia.

FONTE: http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/42208/1/DOC11004.pdf

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *